variedades

Advogado entra na Justiça contra redistribuição das companhias independentes da PM


O advogado e presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (OAB - Feira de Santana), Magno Felzemburg, entrou com uma representação na Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial de Feira de Santana, na última segunda-feira (5), contra a sugestão de redistribuição de áreas de atuação das Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM) de Feira de Santana.

A mudança, que ainda não estar em vigor, sugere que a 67ª Companhia Independente da Polícia Militar, atualmente responsável por 32 bairros, deixe a atuação nos bairros e passe a realizar o policiamento na zona rural de Feira e nas cidades São Gonçalo e Tanquinho.
Os bairros antes assistidos por esta companhia serão distribuídos para as outras três (64,65 e 66ª). Magno alerta que, com a mudança, a zona urbana vai perder uma companhia, o que não é aceitável diante do alto índice de delitos praticados na sede, principalmente assaltos.
Caso a mudança entre em vigor, a 64ª CIPM responsável pelo policiamento de três bairros passará a atuar em seis bairros. A 65ª CIPM, de 15 bairros, passará a ter atuação em 20 bairros (cinco bairros a mais), e a 66ª CIPM será responsável por 26 bairros - antes eram 21 (cinco bairros a mais).
Magno informou que a promotoria deverá em breve ouvir o CPRL em busca de esclarecimentos sobre as mudanças. 

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.