variedades

Prefeito Colbert Martins Filho acompanha início da campanha nacional "Julho Amarelo"


Acompanhado da secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, o prefeito Colbert Martins Filho participou da abertura da campanha Julho Amarelo, adotada pelo Ministério da Saúde e pelo Comitê Estadual, que escolheu este mês para a intensificação da prevenção das hepatites virais, principais responsáveis pelo câncer de fígado.

A ação, que mobiliza todos os postos de saúde e policlínicas do Município, com abrangência em nível regional, foi deflagrada na manhã desta segunda-feira, 8, no Centro de Saúde Especializado Leone Coelho Leda, antigo Posto de Puericultura, na Rua Barão do Rio Branco(Centro).
O desconhecimento sobre a existência da doença, ainda é considerado um desafio pelo Ministério da Saúde, que estima em cerca de três milhões de brasileiros infectados pela hepatite C, sem se saber portadores do vírus. Por isso a recomendação para que todas as pessoas acima de 45 anos de idade façam gratuitamente o teste, em qualquer posto de saúde. Em casos de resultados positivos, o paciente deve se submeter ao atendimento imediato disponibilizado pela rede pública de Saúde.
O público alvo do programa de controle e combate a hepatite,  coordenado pelo Centro de Saúde Especializado, são moradores de rua e pessoas que fazem uso de objetos perfuro cortantes, como manicures e tatuadores. De acordo com a enfermeira Telma Nandiara Nascimento, “ atualmente, 2.700 paciente se encontram matriculados , sendo que  208 estão recebendo acompanhamento,  submetidos a tratamento continuo, e recebendo medicação de alto custo fornecida pelo SUS”.
Até o mês de junho, este tipo de tratamento foi disponibilizado para 81 pacientes acometidos pela hepatite C, que pelo grau de gravidade, merece uma atenção especial. Ao contrário dos demais vírus que causam hepatite, o da hepatite C não gera uma resposta imunológica adequada no organismo, fazendo com que a infecção aguda seja menos sintomática, porém, as suas consequências sejam mais prolongadas.
Entretanto, “ 95% dos pacientes que se submetem ao tratamento alcançam a cura, e são tratados por uma equipe multidisciplinar que envolve enfermeiros, hepatologistas, clínico geral e assistentes sociais”, ressaltou Telma Nandiara.
Os testes rápidos para hepatite A, B e C oferecidos pela Secretaria de Saúde, são disponibilizados em todas as unidades de saúde do Município, inclusive as policlínicas. 

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.