variedades

Procon fiscaliza vendas de fogos de artifício


Com a proximidade dos festejos juninos aumentam as vendas dos fogos de artifício. São produtos que requerem cuidados, desde a sua compra e até o seu manuseio. Para garantir maior segurança aos consumidores, a Superintendência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-FSA) está fiscalizando as lojas que comercializam os produtos.

A ação começou nas duas lojas que estão instaladas no Parque de Exposição João Martins da Silva. A equipe de fiscalização observou algumas peculiaridades que os consumidores devem ficar atentos na hora da compra, também.
No caso dos fogos de artifício é importante sempre verificar se o produto está com a embalagem escrita na língua portuguesa e sempre comprar com a classificação etária correta. Deve-se observar também o prazo de validade. Vale salientar que geralmente eles variam de cinco a dez anos.
Durante a fiscalização não foram encontradas irregularidades. “Já são casas acostumadas a passar por esse processo. No passado tivemos algumas dificuldades com esse setor, mas hoje geralmente não encontramos irregularidades”, destaca o chefe de fiscalização Camilo Cerqueira.
Também foram motivos de verificação por parte dos fiscais as questões de forma de pagamento (que deve ficar exposta para os clientes), assim como o preço dos produtos. A presença do Código de Defesa do Consumidor (CDC) no estabelecimento é um dos itens mais cobrados pela fiscalização.
O chefe de fiscalização alerta aos consumidores, que em caso de verificação de irregularidades na hora da compra, ele pode denunciar através do aplicativo para smartphones (basta pesquisar no Google Play ou App Store: Procon Feira de Santana) e a equipe irá até o local com o máximo de brevidade possível.
O aplicativo, lançado recentemente pelo governo do prefeito Colbert Martins Filho, visa dar mais celeridade nas fiscalizações em possíveis locais que estejam ferindo o direito do consumidor feirense.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.