variedades

Por que Santo Antônio é conhecido como “santo casamenteiro”?


Msn.com - Três santos são homenageados nas festas juninas: São JoãoSão Pedro e Santo Antônio. Este último é uma das figuras religiosas mais populares no Brasil, por conta de uma característica interessante. Na tradição, ele é o “santo casamenteiro”, que, segundo a crença, dá uma forcinha na união de pessoas a partir de simpatias e de uma devoção muito presente. Mas você sabe por que ele ganhou essa fama? Nós te explicamos.

Para início de conversa, Santo Antônio (ou Santo Antônio de Pádua) na verdade nasceu com o nome de Fernando. Foi batizado na cidade de Lisboa, em Portugal, no dia 15 de agosto de algum ano entre 1191 e 1195. Anos depois, tornou-se Franciscano e pregou em Portugal, na Itália e na França. Ele morreu em 13 de junho de 1231 – data que deu origem ao Dia de Santo Antônio. 
Ao redor do mundo,ele é considerado padroeiro de muitas profissões e coisas: pescadores, grávidas, marinheiros, viajantes, agricultores, idosos… Só que aqui no Brasil, sua fama mesmo é relacionada aos casamentos.
A origem de toda essa superstição parte de algumas lendas populares. Uma delas conta que uma moça queria muito se casar, mas não tinha dote para oferecer – isto é, bens materiais para dar à família do noivo. Esta prática machista ainda é comum em algumas partes do mundo.
Desesperada para arrumar essas “doações”, uma vez que uma mulher que não se casasse era vista como inadequada na época, a mulher se ajoelhou aos pés de uma imagem de Santo Antônio e ditou palavras de súplica com muita fé. Pouco tempo depois, moedas de ouro surgiram de repente aos seus olhos e ela, então, pôde se casar.
Quem é Santo Antonio Casamenteiro
© Sidney de Almeida Quem é Santo Antonio Casamenteiro

Outra lenda conta uma outra mulher, também devota, não aguentava mais estar solteira por tanto tempo. Em um momento de raiva, ela pegou o santo e o arremessou janela à fora. A imagem acabou acertando um homem na rua. A moça foi socorrê-lo, pediu desculpas e logo eles iniciaram uma conversa que, posteriormente, se transformou em amor e eles se casaram.
Existem diversas versões similares a estas histórias, portanto não se sabe ao certo qual relato é diretamente associada à fama de “casamenteiro” de Santo Antônio. Mas o que se sabe é que a imagem de Santo Antônio e a “realização” dos desejos sobre casórios sempre está relacionada com a fé.
Atualmente, é comum homens e mulheres realizarem simpatias para atrair um amor duradouro. Sendo assim, Santo Antônio é uma figura fortíssima quando se fala sobre amor.
E você, vai fazer algum pedido ao “santo casamenteiro” neste ano?

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.