variedades

‘Não vamos parar por meia-dúzia de sindicalistas’


As centrais sindicais e movimentos sociais convocaram uma greve geral de trabalhadores na sexta-feira (14). Na capital baiana, várias categorias vão aderir à paralisação, especialmente quem trabalha no transporte público.


Sem transporte, o trabalhador que utiliza ônibus em Salvador ficará impossibilitado de chegar ao serviço. Quem trabalha nos shoppings da capital, no entanto, não poderá faltar. Isso porque o funcionário que se ausentar por causa da paralisação terá o dia descontado.

O presidente do sindicato que representa os donos dos centros comerciais, Paulo Motta, disse que o comércio de Salvador “não vai perder o dia”.

“Não tem cabimento parar por causa de meia dúzia de sindicalistas que vão protestar. O que vai acontecer é um protesto, não é uma greve. Estamos acostumados com essas situações e vamos nos preparar para funcionar normalmente. Quem não for, vai perder o dia”, afirmou Motta, na manhã desta quinta-feira (13).

A reportagem entrou em contato com o presidente do Sindicato dos Comerciários, que representa os trabalhadores, mas não obteve retorno até o final desta publicação.
Fonte: bahia.ba

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.