variedades

Feira em História: Feirense, há 65 anos Trio Patury mudou para sempre a história a Micareta


Nascido dois anos antes em Salvador, há 65 anos saiu as ruas o primeiro trio elétrico feito em Feira de Santana. Naquela tarde, o Patury mudou para sempre a longeva história da Micareta. Patury era um aguardente popular à época, que possivelmente patrocinou a empreitada.

Em 1954, a micareta foi realizada na rua Conselheiro Franco, que era chamada de Direita, entre a praça da Matriz, atual Monsenhor Galvão, e a praça Fróes da Motta. E já estreou arrastando uma multidão de maravilhados foliões.
O projeto foi idealizado por Péricles Soledade e os instrumentos ficaram sob a responsabilidade de Maninho, como era conhecido José Urbano Cerqueira, um lutiê de raro talento que passou a eletrizar a multidão. Também participou Joaquim Bacelar, dono do aguardente.
A estrutura do trio, instrumentos e difusoras, foi montada sobre o caminhão de seo Péricles, um Chevrolet modelo 6.500, que era encostado numa transportadora. O dono do veículo levava e trazia mercadorias para o Recôncavo.
O Patury tinha nove componentes, que animaram a galera com guitarra – que fez solos de grandes marchinhas carnavalescas, cavaquinho, contrabaixo, tambores, bombos e caixas. O trio foi o percussor de outros, como o Tapajós, Jacaré e Ypiranga.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.