variedades

Procon e Embasa acordam sobre demandas relacionadas à estatal


Para agilizar a resposta aos consumidores que reclamam contra a prestação dos seus serviços, o Procon de Feira de Santana e a Embasa acordaram que prepostos da estatal atenderão na Superintendência, dentro de mais alguns dias, as demandas relacionadas à empresa de água e saneamento.

A estatal é a empresa mais reclamada no Procon, órgão da Prefeitura de Feira de Santana que atua na defesa dos direitos do consumidor. No ano passado, foram 1,2 mil. E nos primeiros três meses deste ano, foram 341 – a média mensal se mantem igual a 2018, com mais de cem reclamações relacionadas ao consumo e o consequente valor da conta – que não reconhecem.
O superintendente do Procon, Ícaro Ivvin, representantes da Arfes (Agência Reguladora de Feira de Santana), Embasa e da Câmara de Vereadores, representada por Edvaldo Lima, se reuniram nesta quarta-feira, 27, no Procon, para debaterem este problema, mais as frequentes suspensões do abastecimento no município.
“O papel do Procon é de fiscalizar e punir, quando necessário, conscientizar e resolver as demandas apresentadas pelos consumidores. E gerar resultados positivos”, afirmou o superintendente. Para ele, o acordo com a Embasa vai gerar resultados positivos. “Vai agilizar o tempo/resposta”.
Ele disse que foi constatado uma grande demanda em relação à Embasa, nos anos de 2017 e 2018, que considera crônica. “Realizamos um mutirão e julgamos 190 processos relativos aos anos citados”. O encontro foi uma determinação do prefeito Colbert Martins Filho, que busca revolver o problema.
Euvaldo Santos, gerente da Unidade Regional de Feira de Santana, da estatal, disse considerar válida a parceria com o Procon e que ela será operacional. Vai agilizar o atendimento das demandas. “A partir de segunda-feira vamos verificar os anseios do Procon para com a Embasa”.
O diretor jurídico da Arfes, Gabriel Marques Porto, disse que, na semana passada, pediu esclarecimento à Embasa quanto ao abastecimento de água no município. “Um dos nossos papeis é de fiscalização e nos estamos preocupados com a regularização deste serviço essencial”.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.