temas jurídicos

O advogado ‘’bonzinho’’ muitas vezes trabalha de graça!


Desde os primórdios de minha graduação enxergava a advocacia não apenas como um meio de ser bem-sucedido financeiramente. Sempre considerei o lado humano da profissão; utilizando-se dela como meio para promover a justiça e a garantia/prevalência dos direitos fundamentais expressos constitucionalmente, dentre outros.

Dessa forma, sempre me deparo com pessoas sedentas por simples informações que podem ajuda-las a resolver muitas vezes um grave problema. Exemplificando, certo dia uma senhora desprovida de recursos me procurou para ajudá-la a restabelecer a entrega dos remédios de alto custo que seu filho necessitava; sabendo da morosidade no atendimento da defensoria pública na minha cidade, bem como tendo ciência que o Ministério Público em minha região tem um projeto que facilita o acesso da prestação jurisdicional às famílias que precisam de remédios de alto custo, orientei em meu escritório no sentido de que ela procurasse o MP.
Ocorre que no sentido contrário, tenho experiências com pessoas que querem atendimento jurídico exclusivo, integral e GRATUITO. Às vezes o cidadão chega com uma simples questão e o assunto começa a se desdobrar e ganha proporções de consultoria. Nesse momento o advogado deve tomar cuidado; abrir os olhos e aprender a dizer não; ou informar a respeito dos honorários. Lembre-se que o tempo que gastamos com questões banais estamos perdendo e deixando de trabalhar em assuntos que trarão frutos para nossa vida profissional.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.