polícia

Acusado da morte de subtenente da PM será julgado hoje em Feira de Santana



Igor Tosta Lopes será julgado nesta quinta-feira (28), no Fórum Desembargador Filinto Bastos, em Feira de Santana. Ele é acusado do assassinato da subtenente da Polícia Militar, Wagna Andrade Soares, 49 anos.


A mulher foi encontrada assassinada por volta de 1h50 da madrugada do dia 1º de abril de 2017, na Serra da Tupuma, município de Conceição. O corpo estava enrolado em um lençol e apresentava lesões provocadas por barra de ferro. A vítima morava na rua Santos, bairro Caseb, e trabalhava no Colégio da Polícia Militar Diva Matos Portela, no bairro Campo Limpo, em Feira de Santana.


Segundo a polícia, Igor Tosta Lopes, foi preso por policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DFRF), em um hotel localizado na avenida Presidente Dutra, centro.


Ainda de acordo com a polícia, Wagna estava desaparecida desde a noite de quinta-feira, 30 de março e a Polícia Civil deu início às investigações, localizando o carro da vítima, o Hyundai HB20 Sedan, placa OUF-4883, no 1º andar do estacionamento do supermercado GBarbosa, nos fundos da rodoviária.

Os investigadores da Delegacia de Furtos montaram campana para prender quem fosse buscar o veículo, mas o estabelecimento fechou às 22h. Os policiais então conseguiram obter informações sobre as características do homem que deixou o veículo e conseguiram localizar Igor Tosta, hospedado próximo. Ele acabou confessando o crime e apontou onde abandonou o corpo.

O acusado alegou que mantinha um relacionamento com a vítima e após um desentendimento, matou a subtenente utilizando uma barra de ferro, informou a polícia. Outros objetos da vítima foram encontrados em uma residência na cidade de São Gonçalo dos Campos.


Fonte: Blog Central de Polícia, com informações de Carlos Valadares (Jornal Transamérica)e imagens reprodução.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.