polícia

Polícia vê indícios de crime premeditado no assassinato do ex-governador do Espírito Santo



A Polícia Civil do Espírito Santo diz ter indícios de que o assassinato do ex-senador e ex-governador do estado Gerson Camata (MDB) foi um crime premeditado. Ex-assessor de Camata, Marcos Venicio Moreira Andrade, 66, confessou ter sido o autor do disparo que o matou, mas negou que tenha premeditado a ação. Ele afirmou que atirou após ter sido hostilizado por ele. "Eu fui conversar com ele numa boa", disse.


O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), vai analisar as decisões tomadas nos últimos 60 dias da gestão Michel Temer e pode revisar algumas medidas. Cada ministério deverá elencar nos primeiros 10 dias do futuro governo as políticas prioritárias de cada uma de suas áreas de atuação.

A cinco dias de entregar o comando do país para Bolsonaro, o atual presidente da República, Michel Temer (MDB), publicou um decreto que institui o Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, programa que prevê uma série de metas para reduzir a violência no país. O plano tem como meta reduzir em 3,5% o número de homicídios por ano.

As contas públicas registraram em novembro déficit primário de R$ 16,2 bilhões, o que representa o terceiro pior resultado para o mês da série histórica iniciada em 1997. A informação foi divulgada hoje pelo Tesouro Nacional.

Fonte: ResumododiaUOL

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.