Ministério do Trabalho será mesmo extinto e terá atribuições divididas entre três pastas, diz Onyx



Ministério do Trabalho será mesmo extinto e suas atribuições serão divididas entre os ministérios da Economia, da Justiça e da Cidadania. A informação é do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Ele confirmou também que o governo Bolsonaro terá 22 ministérios.


Também de acordo com Onyx, a articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso Nacional ficará inteiramente sob responsabilidade da sua pasta, a Casa Civil.



O atual ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse que no dia em que Sergio Moro, seu sucessor no ministério, assinar o termo de posse, ele "torna-se político". "Se entrou no Maracanã, tem de chutar a bola. Não adianta dizer que está lá para não jogar", afirmou.



Participando de um seminário em Madri, Sergio Moro disse que trocou a magistratura pelo Executivo porque "estava cansado de levar bola nas costas". Ele usou a expressão em referência ao seu alcance limitado de suas sentenças enquanto juiz.



A força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato pediu à Justiça Federal no Paraná que o ex-ministro Antonio Palocci pague imediatamente uma multa de US$ 20 milhões prevista na sentença de condenação. Os procuradores da Lava Jato solicitam que Palocci seja preso novamente caso o pagamento não seja feito. No acordo de delação, havia um acerto para uma multa imposta a Palocci. O trecho que trata disso, porém, não foi validado pela segunda instância.
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário