4 de dezembro, dia de Santa Bárbara: fé compartilhada, caruru, vermelho e branco


Missa na Igreja Senhor dos Passos, às 8h30, depois procissão com a imagem de Santa Bárbara e outros santos até o Centro de Abastecimento – pela avenida Getúlio Vargas e rua Olímpio Vital. Missa no entreposto, procissão por algumas das suas ruas, caruru e samba de roda até as 15h30. É dia dos fieis vestirem vermelho e branco.

E na cozinha do Restaurante Popular o caruru e o vatapá já estão sendo preparados. Mãos habilidosas preparam os 60 quilos de camarão, cortam os cinco mil quiabos e cortam os 1,2 mil quilos de frango e outros ingredientes. Tudo será levado ao fogo nas primeiras horas da manhã desta terça-feira. Vai ser servido a partir das 11h30.
Comida para mais de 3 mil pessoas
Vai ter comida suficiente para atender a três mil pessoas, afirma o diretor do Centro de Abastecimento, Delorme Martins (foto). “É uma tradição que a Prefeitura de Feira mantém há mais de quarenta anos, com a participação ativa dos comerciantes”. Mesmo em obras, as cerimônias serão realizadas próximo de onde aconteciam.
A programação do 4 de dezembro será extensa e agitada, quando católicos e candomblecistas, o povo do santo, prestam homenagens a Santa Bárbara e a Iansã, respectivamente. A divindade é extremamente popular entre os adeptos das duas religiões e uma síntese da mistura de crenças.
No entreposto será realizada a tradicional missa, onde o sincretismo mostra toda a sua força. Depois da devoção, entra em cena o samba de roda, parte integrante desta comemoração. Neste ano, a Quixabeira da Lagoa da Camisa, distrito de Maria Quitéria, é quem vai se apresentar. A cantora Mara vai animar os presentes.


Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário