Receita do leilão da Prefeitura foi 27 por cento maior do estimado


A receita pelas vendas dos bens inservíveis no leilão promovido pela Prefeitura de Feira de Santana foi 27% maior do que o estimado quando da valoração dos lotes. A receita inicial era de R$ 187.549, mas as vendas renderam ao município R$ 237.730.




Os produtos deverão ser retirados a partir do dia 10 de dezembro – até o dia 21, quando os todos os arrematantes receberão as notas fiscais e o município constatar o depósito – com a apresentação dos devidos recibos.
Os lotes estão no Estádio Joia da Princesa e os veículos menores estão na garagem do município e os maiores no estacionamento do Museu Parque do Saber, no bairro São João.
“Foi melhor do que a gente esperava”, disse Zenóbio Oliveira da Silva, chefe da Divisão de Patrimônio e Bens Móveis. O leilão foi realizado na manhã desta quinta-feira, 29, no ginásio de esportes do Centro Poliesportivo Oyama Pinto, no Campo Limpo.
Alguns lotes foram disputados pelos mais de 200 presentes. Alguns deles foram arrematados com valores até dez vezes maiores do inicialmente previsto. A concorrência por alguns veículos também foi intensa. Em outros, houve realinhamento de preços.
O feirense Vagner Santos disse que se interessou em participar dos leilões dos veículos. “É interessante participar dos leilões porque quase sempre os preços são bastante atraentes”. Não conseguiu arrematar nenhum deles.
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário