Prévia da inflação oficial fica em 0,19% em novembro

Cédula de real - Marcello Casal Jr./Agência Brasil


A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15), ficou em 0,19% em novembro. A taxa, divulgada hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é inferior às observadas em outubro deste ano (0,58%) e em novembro do ano passado (0,32%).


O IPCA-15 acumula taxas de inflação de 4,03% no ano e de 4,39% em 12 meses.

Efeitos
A queda da taxa na prévia de novembro foi puxada principalmente pelos grupos de despesa habitação e saúde e cuidados pessoais. Os itens de habitação tiveram uma deflação (queda de preços) de 0,13%, influenciada pela redução de preços de 1,46% da energia elétrica e de 0,37% no gás de botijão.

Já os custos com saúde e cuidados pessoais recuaram 0,35% por conta da queda de preços de 0,28% dos produtos farmacêuticos e de 2,56% nos itens de higiene pessoal.  Paralelamente, os alimentos, que subiram 0,54% na prévia de novembro, evitaram um recuo maior da taxa. Com uma alta de preços de 50,76%, o tomate foi o grande vilão da cesta de compras.


Também tiveram altas expressivas a batata-inglesa (17,97%) e a cebola (10,01%).

* Matéria alterada às 9h31 para acréscimo de informações

Fonte: Agência Brasil

Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário