Dia do Músico foi comemorado com som ao vivo na Praça da Bandeira


Muita música de qualidade e interatividade com o público. O Dia do Músico foi comemorado em grande estilo em Feira de Santana. A banda Santini Trio, Tito Pereira e convidados - Banda Quaternária e a violinista Caroline Abreu – se apresentaram no palco montado na Praça da Bandeira, na quinta-feira, 22. A iniciativa contou com apoio da Fundação de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (Funtitec).

Músicos de todos os estilos prestigiaram o evento. A cantora e musicista Jocilene Araújo, artisticamente chamada de Jôh Ras, estava passando e se deparou com a estrutura que lhe chamou a atenção. Segundo Jôh, momentos como esse são uma oportunidade das pessoas terem mais conhecimento sobre a música. 
Mas antes do show, a revelação foi o ajudante de pedreiro e artista, Jeremias da Silva, que com alguns materiais, como balde, lata, cabo de vassoura e roda dentada de bicicleta, improvisou uma bateria e despertou a curiosidade.
Muitas pessoas pararam para assistir as apresentações, como foi o caso da professora aposentada Alaide Carneiro que estava a caminho da aula de Yoga e fez questão prestigiar o evento. Iago Souza, mesmo com pressa, dedicou um tempo para ouvir um pouco de música com o seu filho em meio a correria do dia-a-dia. Para Iago, a música ajuda a acalmar os ânimos.
Apoio e incentivo da mãe foi fundamental, diz músico
O baixista da Banda Santini Trio, Jonas Costa, nascido em Santo Amaro teve as influências da terra, do samba dentro de casa e desde criança já batucava nas rodas.  “Enquanto algumas pessoas falavam para minha mãe ‘Ô Dona Neide, tira esse menino da roda’. Ela respondia: ‘Deixa o menino tocar’”, conta o músico, destacando o essencial apoio e incentivo de sua mãe. Hoje a música está em tudo em sua vida, e além de músico, também trabalha como Luthier, fabricação e conserto de instrumentos. 
Música instrumental também passa sua mensagem, defende Tito Pereira
O músico Tito Pereira falou que a música instrumental passa uma mensagem, mesmo sem a letra na melodia. “Tem instrumentos que fazem o papel da voz, como saxofone. Quando não tem a voz de um cantor, as pessoas que não estão acostumadas a ouvir este tipo de música estranham no começo. Só que o interessante é que elas acabam prestando mais atenção no instrumento”, explicou. 
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário