Rafaela Silva bate canadense e leva o ouro no GP de Cancún; Charles Chibana é bronze


Brasileira derruba por ippon Jessica Klimkait e volta ao pódio após resultado ruim no Mundial; Sarah Menezes e Daniel Cargnin ficam sem medalha

Globoesporte - Rafaela Silva fez as pazes com a vitória e o ouro. Nesta sexta-feira, no Grand Prix de Cancún, no México, a brasileira, campeã olímpica na Rio 2016, conquistou a medalha de ouro no peso até 57kg ao bater a canadense Jessica Klimkait derrubando por ippon. A carioca festejou bastante o pódio, resultado importante após ficar sem medalhas no último Mundial. Além de Rafaela, o Brasil foi ao pódio com Charles Chibana, bronze no peso até 66kg.


Na final dos 57kg, Rafaela viu a rival partir para uma luta mais defensiva, mas com menos de dois minutos a brasileira conseguiu derrubar de wazari, abrindo vantagem que lhe dava o direito de administrar o restante do duelo. Mesmo assim, Rafaela seguiu agressiva e conseguiu mais uma queda por wazari, faturando a vitória e a medalha de ouro.

Rafaela Silva no pódio em Cancún — Foto: Reprodução/IJF

Mais cedo, Sarah Menezes disputou o bronze na categoria até 48kg e acabou derrotada por ippon pela sérvia Milica Nikolic. A luta vinha amarrada e as duas judocas tinham punições, mas Sarah liderada por 2 a 1. Na reta final, Nikolic conseguiu a imobilização e o bronze. O Ouro ficou com a argentina Paula Pareto, que com 1min30s derrubou por ippon a portuguesa Catarina Costa.

Chibana é bronze e Cargnin perde o pódio
Charles Chibana foi o segundo a entrar no tatame pelo Brasil. Diante do eslovaco Matej Poliak, no peso até 66kg, eles começaram a luta com um choque de cabeças que fez o duelo se paralisado por alguns instantes. Na volta, rapidamente, o brasileiro conseguiu a queda e a imobilização, garantindo o bronze em menos de dois minutos de luta. O rival foi bronze no europeu de 2017.

Na outra disputa pelo bronze do -66kg, o também brasieiro Daniel Cargnin esteve em ação. Encarou Elios Manzi, da Itália. Elios conseguiu uma punição a seu favor logo no começo e amarrou a luta. Nos segundos finais, Cargnin conseguiu forçar um shido para o rival e a decisão foi para o golden score. Com 2min30s, Manzi derrubou o brasileiro no contra-ataque e conseguiu o wazari que lhe deu a vitória e o bronze.
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário