Agressor de Bolsonaro vira réu e responderá com base na Lei de Segurança Nacional


Preso pelo ataque contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira virou réu nesta quinta-feira por decisão do juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG). Ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal por atentado pessoal por inconformismo político e deverá responder ao processo com base na Lei de Segurança Nacional. Oliveira pode ser condenado a 10 anos de reclusão, aumentada até o dobro, em razão da lesão corporal grave.



Bolsonaro falou nesta quinta para eleitores do Nordeste. Em entrevista à Rádio Jornal, do Recife, ele disse que lamenta a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em outra entrevista, à rádio CBN Recife, ele declarou que, se eleito, não vai acabar com o Bolsa Família.



Numa análise detalhada dos números das últimas pesquisas eleitorais, observamos que Fernando Haddad (PT) sobe entre os eleitores mais pobres e entre moradores da região Sudeste, enquanto Bolsonaro cresce entre eleitores que ganham acima de cinco salários mínimos.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello disse que a Corte retrocedeu ao autorizar prisão após condenação criminal em segunda instância. Ele deu a declaração ao proferir um discurso pelos 30 anos da Constituição Federal.

Fonte: ResumododiaUol
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário