Ação conjunta para ordenamento de trânsito no Anel de Contorno a partir desta 5ª


As primeiras ações resultantes da união entre a Superintendência Municipal de Trânsito-SMT, PRF e Via Bahia, foram alinhadas na tarde desta segunda-feira,22, numa reunião entre os órgãos no bairro Jomafa. 

Os projetos de ordenação e sinalização do anel de contorno já se iniciam a partir da quinta feira (25), na via paralela ao contorno que dá acesso ao Hospital Geral Cleriston Andrade, Hospital Estadual da Criança, Policlínica e Upa. A via Bahia vai instalar uma defensa metálica para não permitir que os condutores tenham acesso à Avenida Presidente Dutra. Placas de sinalização vertical e toda a sinalização horizontal foram colocados pela SMT tornando a via  em mão única no sentido aos hospitais.
 
Outra importante intervenção será realizada no dia 10 de novembro, a Interdição de um mergulhão de acesso à via paralela que dá entrada ao bairro Feira VII e o bairro 35 BI e as instalações de duas sinaleiras, uma na entrada do Feira VII e outra com botoeira para priorizar os pedestres na região do viaduto que liga o bairro Jomafa ao 35 BI. Após isso, a SMT vai realizar uma contagem de tráfego para programar o tempo das sinaleiras. A SMT vai atuar na região do trânsito do entorno da rodovia para ordenamento, além da sinalização horizontal e vertical destas vias paralelas. Ao total foram colocadas 43 placas para esta intervenção. 
Em maio deste ano houve um encontro entre a SMT, PRF, Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte - DNIT e Via Bahia, 3a Ciretran e Agência Nacional de Transporte e Trânsito - ANTT,  para desenvolver um  projeto de melhorias para o anel de contorno. Um estudo prévio diagnosticou algumas necessidades para a segurança da pista. Pelo menos 8 pontos de grandes conflitos foram diagnosticados entre as regiões do bairro Jomafa até o bairro Morada das Árvores. Após isso, um trabalho de campo foi realizado e uma nova reunião entre as entidades definiu as intervenções necessárias para aprovação de todos.
Todos os dias passam pelo menos 20 mil veículos pela Avenida Eduardo Fróes da Mota anel de contorno diariamente de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. Medindo cerca de 21km, a famosa avenida de contorno tem trechos que fazem parte de duas importantes rodovias, a BR 101 e BR 116, além de interligar mais quatro rodovias, BR324, BR242,BR101 e BA502 . O fluxo intenso na no anel de contorno provoca constantes conflitos com o fluxo urbano e causa diversos acidentes. 
70% da população está fora do Anel de Contorno
Com o crescimento da cidade, uma grande parte da população passou a morar fora do anel de contorno. A cidade cresceu mas a avenida não acompanhou a sua demanda. Para o superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, a falta de estrutura da avenida eleva os riscos de acidentes e suas gravidades. 
"Mais da metade da nossa população está fora do anel de contorno. Nos sentimos na obrigação de levar um trânsito seguro e assim diminuir os riscos para população nesta importante via. A avenida é uma área de responsabilidade federal, mas como a nossa cidade depende muito dela, buscamos reunir forças para o seu melhoramento.O  Ideal será a duplicação de toda a avenida, é o que todo nós desejamos. Temos o bom exemplo do trecho duplicado que fica entre o HGCA até o Viveiros, o quanto melhorou a fluidez do trânsito. O governo municipal não tem medido esforços para viabilizar a duplicação do anel de contorno junto ao Governo Federal. Mas não podemos ficar esperando pela conclusão de toda a obra sem tomar medidas que diminuam os riscos de acidente, e os conflitos do trânsito", comenta.
Inácio Souza, engenheiro supervisor da Via Bahia, concessionária que detém a concessão administrativa da rodovia desde 2009, afirma que a enorme interferência urbana resulta em conflito com a via, e que estas adequações já trarão um bom resultado no tráfego do anel de contorno e na segurança da população. “A união das forças foi muito importante para fazer essas adequações com mais agilidade. As vias laterais fazem parte do anel de contorno mas é preciso ter todo um estudo para realizar as adequações necessárias. Estas intervenções já irão ajudar bastante”, afirma. 
Para o inspetor da Polícia Rodoviária Federal e coordenador da delegacia da região de Feira de Santana, Altemar Brandão, “este trabalho vai diminuir os conflitos da rodovia e vai refletir especialmente na redução de acidentes além da mobilidade urbana”.  
Até o final de novembro as intervenções serão concluídas. A Via Bahia com apoio da PRF irão realizar o monitoramento da rodovia no intuito de educar os condutores para a nova sinalização.
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário