Dono de gráfica em Feira de Santana é preso com milhares de talões da zona azul de Salvador


Policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas de Feira de Santana (Draco/Feira) prenderam, na manhã de ontem (22), o empresário Adelmário Brito, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão. Ele está sendo acusado de confeccionar ilegalmente vários talões de estacionamento da zona azul da Transalvador, autarquia da prefeitura municipal de Salvador, responsável pela gestão do trânsito e dos estacionamentos públicos da capital baiana.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Adelmário Brito é proprietário da gráfica Brasil Brindes e Cartões, situada no bairro Campo Limpo, em Feira, e alega que foi procurado por uma pessoa de Salvador que solicitou a impressão dos talões, cada um a R$ 0,15. Acusado de integrar uma quadrilha de falsificação dos talões, o empresário foi preso no apartamento onde mora, localizado em um condomínio na Avenida Fraga Maia. No local foram apreendidos cerca de oito mil talões.
O advogado André Novais informou que Adelmário não tinha conhecimento sobre o uso ilegal dos talões.
“Ele foi procurado por uma pessoa de Salvador, de prenome João, solicitando esse serviço de serigrafia, que seria a impressão destes talões. Ele relatou que essa pessoa disse que tinha vencido a licitação, e o procurou pedindo esse serviço. Ele prontamente o atendeu e posteriormente ficou de receber outra parte do pagamento. Como é uma empresa de portas abertas, que atende a várias cidades da Bahia, ele fez as impressões de cerca de oito mil talões, a R$ 0,15”, informou o advogado ao Acorda Cidade.
Questionada sobre a provável falsificação, a defesa informou que não tem informações sobre o uso dos talões. A empresa atua em Feira há mais de dez anos.
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade
Fonte: Acorda Cidade
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário