Comunidade do Candeal II celebra sua identidade quilombola


A comunidade do Candeal II participou, na noite de quarta-feira, 22, da IV Semana da Igualdade Racial. O tema do encontro foi “Pelo tempo feliz da nossa liberdade: O tempo em que todos seremos iguais”, cuja frase foi retirada de um panfleto distribuído na Revolta de Búzios. A programação ocorre até domingo, 26, quando haverá a III Festa da Cultura.

O evento, realizado através da parceria entre a Associação Comunitária de Desenvolvimento de Candeal e a Associação Cultural João Miúdo, tem o intuito de promover a valorização da identidade negra da comunidade quilombola de Candeal II, bem como o respeito à diversidade cultural e o combate a qualquer forma de discriminação.
Características já identificadas
“Através deste evento trabalhamos as relações étnicos raciais na comunidade e sua identidade”, reforçou Daiane Pereira, coordenadora geral. Moradora da localidade, ela pontuou algumas características já identificadas na comunidade, que obteve o reconhecimento da Fundação Palmares, em 2017.
“Somos uma comunidade marcada pela resistência, de um povo solidário, além de parentela. Esse clima de solidariedade e de luta fortalece a nossa identidade quilombola”, destacou Daiane.  O Grupo Frutos Quilombola fez uma apresentação musical. É formado por jovens na faixa etária de 6 a 15 anos.
Exposição e corrida de jegues
Na abertura também estavam presentes a presidente da associação, Diana Vitório, e a diretora da Escola Municipal Joaquim Pereira dos Santos, Maria Madalena Rabelo Régis, que falaram da importância do evento em fortalecer a identidade histórica e cultural do Candeal II.
A programação da Semana da Igualdade Racial vai transcorrer até domingo, 26, com visitação aos estandes com a Exposição Retalhos de História, corrida de jegue, apresentações culturais e celebração da Santa Missa. A programação será das 10h às 21h30.


Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário