Pai e filho são presos acusados de sequestrar motorista de Uber


Na madrugada desta quarta-feira (11-07-18), três homens envolvidos no sequestro de um motorista de aplicativo foram presos na localidade de Barra Grande, na Penísula de Maraú, Sul do estado, uma hora depois de liberar a vítima que ficou 11 dias em cativeiro. A informação foi divulgada pela assessoria da Polícia Civil nesta quinta-feira (12).

O sequestro aconteceu no dia 29 de junho, no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica. Anildson Vieira dos Santos, 42 anos, mandante do sequestro, o filho dele, Aixon Brendo Ribeiro Vieira dos Santos, e Rafael Silva Santos, que não tiveram as idades informadas, foram presos por investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Segundo a Polícia Civil, os dois são maiores de idade.
A vítima, que é filho de um comerciante, foi liberada no entroncamento de Salinas das Margaridas, ficou refém do grupo em um cativeiro na praia de Coroa, em Vera Cruz. A Polícia Civil não informou se foi pago algum valor pelo resgate para a liberação do refém.
Os criminosos foram autuados em flagrante por extorsão mediante sequestro e serão apresentados em audiência de custódia.
Fonte: Correio24Horas
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário