Em seu último vestibular UEFS reúne estudantes de 26 estados


A aplicação do último vestibular da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) será realizada nos dias 10 e 11 de junho (domingo e segunda-feira). De acordo com a Coordenação de Seleção e Admissão (CSA) da Uefs, este processo seletivo é o que teve o maior número de candidatos de outros municípios. Há representantes dos 26 estados do país e também do Distrito Federal.

A partir do Processo Seletivo 2019.1, previsto para acontecer no início do próximo ano, 100% das vagas serão preenchidas através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que utiliza como avaliação o desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O reitor da Uefs, Evandro Nascimento, enfatizou durante entrevista ao Acorda Cidade que a decisão da mudança foi tomada em reunião do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) em 27 de fevereiro deste ano. Ele destacou que um dos fatores que motivaram essa decisão foi o número cada vez menor de inscritos.

“Nosso vestibular tem tido um número reduzido de inscritos, exatamente porque o Enem está sendo a opção da maior parte dos alunos do ensino médio. O Enem, que dá o acesso ao Sisu, é entendido como um processo de exame que testa conhecimentos por um processo mais lógico, que faz o aluno pensar, já o vestibular tem mais o estilo de decorar e responder”, avaliou.

O reitor lembrou ainda que o Enem tem inscrições gratuitas para estudantes de escolas públicas e afirmou que as escolas de ensino médio de Feira de Santana têm uma estrutura curricular e políticas pedagógicas alinhadas com o Enem.

“Alguns professores nossos, que supervisionam o estágio das licenciaturas em escolas de Feira de Santana, já perceberam que os alunos de ensino médio têm menos interesse pelo vestibular e mais interesse pelo Enem, deixando inclusive de se inscrever no vestibular, com isso estamos perdendo alunos de Feira de Santana, que acabam indo, através do Enem, para outras universidades da Bahia e até de outros estados”, afirmou.

Outro fator citado por Evandro Nascimento é que o Enem democratiza o acesso dos estudantes ao próprio exame, já que pessoas de todo o Brasil fazem a prova. Desse modo, estudantes de municípios mais distantes e até de outros estados, podem fazer o Enem e ingressar na universidade.

Aumento da concorrência
Apesar da possibilidade de alunos de todo o Brasil ingressarem na Universidade Estadual de Feira de Santana através do Sisu, o reitor acredita que os feirenses e pessoas da região não vão perder vagas para candidatos de fora.

“Queria aproveitar para esclarecer um temor que boa parte da população de Feira de Santana e da região vem expressando, que é o medo de que essa abertura para um exame que tem candidatos de todos os estados, faça com que vagas que seriam ocupadas por feirenses e pessoas da região, sejam perdidas para candidatos de fora. Os dados das outras universidades públicas da Bahia, que já aderiram ao Sisu, mostram que boa parte das vagas, em alguns casos mais de 90% como na UFRB, por exemplo, são ocupadas por alunos das cidades onde as universidades estão localizadas ou das cidades do entorno”, disse o reitor ao Acorda Cidade.

Ele acredita que com a Uefs também não ocorrerá um processo de ampla ocupação de vagas por alunos de outros estados e que a instituição continuará com um percentual de alunos muito alto da Bahia e, sobretudo, de Feira e região. Apesar disso, ele afirma que a concorrência irá aumentar.

“Com o vestibular, algumas vagas em determinados cursos estavam ficando ociosas, sem preenchimento, e a experiência das outras universidades que adotam o Sisu, mostram que o Sisu ajuda a preencher todas as vagas. Isso vai ser um ganho importante e é possível que a concorrência aumente em alguns cursos, com a nota mínima sendo elevada um pouco”, afirmou.

Demora em aderir o Sisu
O reitor da Uefs, Evandro Nascimento, explicou ainda por que a instituição demorou de aderir ao Sisu. Segundo ele, a intenção foi analisar o funcionamento da adesão por outras universidades e continuar garantindo credibilidade no acesso a Uefs.

“Nosso processo de vestibular sempre foi visto com alta credibilidade. Nos primeiros anos do Enem a imprensa divulgou muitas suspeitas de vazamentos de provas e essa foi uma das causas de certa resistência em trocar nosso processo que tinha credibilidade por outro que estava sendo questionado. Depois queríamos aguardar que outras universidades mostrassem o desempenho, sobretudo, essa dúvida da ocupação de vagas por alunos de fora. Hoje essa dúvida não existe mais e deixou todos nós tranquilos para a adesão ao Sisu”, afirmou.

Vantagens
Uma das vantagens destacadas pelo reitor na adesão do Sisu para ingresso na Uefs, é a possibilidade de estudantes de escolas públicas concorrerem apenas entre si, assim como estudantes de escolas particulares.

“Vamos manter nosso sistema de cotas, 50 % das vagas para cada curso serão para alunos de escola particular e 50% para alunos de escola pública, então os alunos de escola pública concorrem apenas com alunos de escolas públicas e os de escolas particulares, concorrem apenas com os de escolas particulares”, explicou.

O vestibular 2018.2
Segundo a assessoria de comunicação da Uefs, “as avaliações de Língua Portuguesa e Literatura, Língua Estrangeira, História, Geografia e Redação serão aplicadas no domingo (10) e na segunda-feira (11) os candidatos serão submetidos às provas de Matemática, Física, Química e Biologia.

Os portões de acesso serão abertos às 7h15 e fechados às 7h50.

Ainda segundo a assessoria, “o todo, 24 locais, incluindo o campus da Uefs, serão utilizados para aplicação das provas. Destes, os que têm maior concentração de vestibulandos são: Colégio Gastão Guimarães (960 candidatos), Colégio Assis Chateaubriand (1.020 candidatos) e Uefs (3.800 candidatos”).

Atenção
A Uefs informou em seu portal que, durante o período de provas do Vestibular, não será disponibilizado estacionamento dentro do campus universitário. Nos dias do Prosel estará proibida a entrada de veículos de candidatos e acompanhantes na Uefs.

Fonte: Acorda Cidade
Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário