Advogado relata superlotação e falta de condições de higiene no Complexo de Delegacias


Com a interdição do Conjunto Penal de Feira de Santana, que não pode receber novos detentos, os presos estão ficando custodiados no Complexo de Delegacias no bairro Sobradinho, o que vem trazendo vários transtornos, segundo relatou o advogado Armênio Seixas. Ele falou da superlotação no local e da falta de condições de higiene.

“A situação é a pior possível. Além de ser um caso de segurança pública, já passou a ser um caso de saúde pública. As condições da carceragem são as piores possíveis. Têm dejetos humanos espalhados, o esgoto está entupido e fica uma situação muito difícil. Também tem um surto de conjuntivite no local”, relatou.
O advogado Armênio Seixas acredita que as selas da delegacia também podem ser interditadas. Segundo ele, o presidente da OAB Feira de Santana, Marcos Carvalhal, já sinalizou essa possibilidade.
“Ele sinalizou essa possibilidade, pois membros da saúde de Feira de Santana já vieram fazer uma avaliação e constataram que a situação é terrível. A situação é perigosa também para os policiais que tem que ficar custodiando cerca de 40 pessoas que estão detidas aqui. Infelizmente apesar dessa situação, o governo do estado não sinaliza tentar resolver”, lamentou.
Fonte: Acorda Cidade

Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário