Manifestantes fazem atos após ordem de prisão contra Lula


Manifestantes contrários à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazem protestos pelo país nesta sexta-feira (6), data que o juiz Sérgio Moro deu como prazo para que Lula se entregue, até as 17h, na sede da Polícia Federal em Curitiba.

Os atos pró-Lula ocorrem em ao menos 15 estados: AL, BA, CE, ES, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RN, SP e SE (leia mais abaixo a situação por estado).


PRF registra 37 interdições em rodovias, nesta sexta-feira (6)

Sérgio Moro expediu a ordem de prisão contra Lula após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ter encaminhado ao juiz um ofício autorizando o início da execução da pena do ex-presidente no caso do triplex em Guarujá (SP). O tribunal de segunda instância condenou Lula a 12 anos e um mês de prisão, com início da pena em regime fechado.


Desde a noite de quinta-feira, Lula está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Paulo, onde manifestantes também estão concentrados em apoio ao ex-presidente. Segundo policiais militares, cerca de 1 mil pessoas estão no local.

Militantes dão apoio a Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo (SP)

Veja a situação nos estados:
Em Maceió, cerca de 200 manifestantes, segundo a organização e a PM, fazem um ato na Praça do Centenário. Além disso, há bloqueios em rodovias. Manifestantes interditam trecho da BR-101 em Alagoas desde as 11h. Também houve bloqueios na BR-316 e na BR-104, mas estes já foram liberados. A organização do movimento afirma que os protestos nas rodovias reuniram 1,6 mil pessoas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 550.

Grupos contrários à prisão fazem protestos no interior do estado, fechando rodovias, e também na região dos Barris em Salvador, bloqueando ruas. Na capital baiana, o protesto começou por volta das 11h. Agricultores familiares fecharam o entroncamento da cidade de Lamarão, perto do município de Serrinha, na BR-116, no início da manhã. Integrantes do MST protestam em dois trechos da BR-101 e da BR-235.

Há dois protestos no estado. Na capital, em Fortaleza, manifestantes estão reunidos na Praça da Gentilândia em apoio ao ex-presidente Lula. Grupos também se manifestam no Km 203, da BR-020, em Boa Viagem, e desde o início da tarde bloqueiam a rodovia.

O MST interditou um trecho da BR-101 no município de Pedro Canário, Norte do estado. Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF-ES) tentam negociar com os manifestantes para liberação da rodovia. A via foi liberada por volta das 12h.

Manifestantes bloquearam trecho da BR-364, em Jaciara, a 142 km de Cuiabá, nesta sexta. A pista foi interditada às 8h14 e liberada após cerca de 1 hora. Segundo a concecionária que administra a rodovia, 300 pessoas participaram do ato.

Trechos de duas rodovias no estado estão interditados nesta sexta-feira (6) por integrantes do MST. De acordo com o movimento, os atos são contra a ordem de prisão de Lula. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os bloqueios ocorrem no trevo de acesso ao município de Dois Irmãos do Buriti, na BR-262, e no distrito de Casa Verde, na BR-267, em Nova Andradina.

Integrantes do MST bloquearam a Rodovia Fernão Dias, em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles fecharam a pista sentido Belo Horizonte e colocaram fogo em galhos secos. Há congestionamento entre os kms 508 e 506. Segundo a organização, 400 participam do ato. A PRF não divulgou o número de manifestantes.

Integrantes do MST interditaram o quilômetro 50 da rodovia BR-155, no sudeste do Pará, pela manhã. Nem a organização do movimento e nem a Polícia Rodoviária Federal informaram quantas pessoas participaram da manifestação. Segundo a PRF, o protesto começou por volta de 7h e terminou às 11h20. O congestionamento chegou a sete quilômetros de extensão.

Manifestantes fizeram dois pontos de bloqueio nas rodovias BR-230 e BR-101 no início da manhã. Nem os organizadores nem a polícia informou estimativa de pessoas nos atos. Uma manifestante de 35 anos foi baleada em um dos bloqueios na BR-101.

Movimento Sem Terra bloqueou três rodovias no estado nesta sexta. Na PR-473 – entre Quedas do Iguaçu, no oeste, e São Jorge D'Oeste, na região sudoeste –, o bloqueio começou por volta das 5h. Outra interdição ocorreu no km 407 da PR-158, entre Laranjeiras do Sul e Rio Bonito do Iguaçu, na região central do estado. Na região norte, há um bloqueio na PR-170, em Porecatu.

Pernambuco
Manifestantes interditam trechos da BR-101 em Goiana, no Grande Recife, e em Escada, na Mata Sul de Pernambuco, além da BR-428, no Sertão do estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 50 pessoas estavam no entorno da BR-101, em Escada, e 100 em Goiana. Os organizadores não informaram número de pessoas que participaram do ato.

Integrantes do MST fecharam a BR-316 no km 14 na tarde desta sexta. Segundo a PRF, a manifestação ocorre próximo à obra do rodoanel de Teresina e reúne 150 pessoas.

Grupo queimou pneus e deixou o trânsito interditado na BR-101 no sentido Parnamirim-Natal pela manhã. O Corpo de Bombeiro foi acionado e apagou o fogo. Por volta das 6h20 o trânsito foi liberado.

São Paulo
Houve dois bloqueios em rodovias do estado. Em Promissão, militantes do MST bloqeuraram por quase uma hora os dois da BR-153, no km 151. A interdição começou por volta das 11h30 e a pista foi liberada às 12h20.

Em Ribeirão Preto, os manifestantes fecharam a Rodovia Anhanguera na altura do km 153 por volta das 11h. Cerca de 100 pessoas participaram do protesto, segundo a PM. O ato durou meia hora.

Grupo realiza desde o início da manhã um bloqueio em um trecho da rodovia estadual SE-270, na cidade de Itaporanga d'Ajuda. Segundo os manifestantes, cerca de 100 famílias bloqueiam desde as 4h30. A polícia não divulgou a quantidade de pessoas no ato.

Fonte: G1

Share on Google Plus

Sobre Santiago Live

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário